segunda-feira, 14 de junho de 2010

paz



Com certeza, não sou este mundo

exterior que posso perceber como

algo inerte. Nem sou o corpo criado a

partir de uma única célula de

esperma, que parece “viver” pelo

mais breve dos momentos no rio do

tempo. Não sou, pois, a forma, nem o

nome, que é apenas um som, um

movimento no ar desprovido de

qualquer existência independente.

Nem eu poderia ser a experiência de

qualquer dos outros órgãos dos

sentidos como o tato, o paladar, a

visão ou o olfato. O que fica então?

Fica a paz além de qualquer

pensamento! Posso apenas Ser essa

paz que está além de todos os

conceitos e conceituações.

http://www.ogrupo.org.br/

Amigos desejo que toda paz de pensamento, de vida torne leve sua caminhada suave!

Abracos com frio e muito sol aqui em SP :)

3 comentários:

  1. Paz. Tenho perseguido esta palavra há tempos.
    Ando muito quietinha buscando a paz.
    Boa semana a todos do Presentão!

    ResponderExcluir
  2. Uma boa semana para nós em busca de mta paz, a cada dia que acordamos.
    :)

    ResponderExcluir
  3. vera do sulll céu nublado...14 de junho de 2010 14:11

    Querida Rosário!
    ...Que a paz que as boas notícias trazem te acompanhe sempre.
    ... Que a paz que acalma os nosos corações nos faça adormecer.
    ... Que a paz que dá discernimento as nossas idéias nos faça melhores sempre...
    Te abraço
    Vera

    ResponderExcluir