sábado, 9 de janeiro de 2010

Desejo a você ....


Fruto do mato, cheiro de jardim, namoro no portão, domingo sem chuva, segunda sem mau humor, sábado com seu amor, filme do Carlitos, chope com amigos, crônica de Rubem Braga, viver sem inimigos, filme antigo na TV, ter uma pessoa especial e que ela goste de você.


Música de Tom com letra de Chico, frango caipira em pensão do interior, ouvir uma palavra amável, ter uma surpresa agradável, ver a banda passar.

Noite de lua cheia, rever uma velha amizade, ter fé em Deus... Não ter que ouvir a palavra não nem nunca, nem jamais e adeus.

Rir como criança, ouvir canto de passarinho, sarar de resfriado, escrever um poema de amor, que nunca será rasgado.

Formar um par ideal, tomar banho de cachoeira, pegar um bronzeado legal, aprender uma nova canção... Esperar alguém na estação.

Queijo com goiabada, pôr-do-sol na roça... Uma festa, um violão, uma seresta. Recordar um amor antigo, ter um ombro sempre amigo, bater palmas de alegria.

Uma tarde amena, calçar um velho chinelo, sentar numa velha poltrona, tocar violão para alguém, ouvir a chuva no telhado, vinho branco, Bolero de Ravel e ...muito carinho meu.

Carlos Drummond de Andrade



TADEU E BRUNA ... força, coragem e cura.

Um abraço apertado ! :)

5 comentários:

  1. Querida Rosário!
    Este poema do CDA é tudo de bom, o bom da vida está na simplicidade. Hoje, sozinha, coloquei-me como tua seguidora, a foto, acho que era muito pesada e ainda não consegui, mas estou aprendendo.
    Escolha,o melhor do poema para viver neste fim de semana.
    Te abraço
    Vera
    Hoje céu nublado, abafado e quente.....

    ResponderExcluir
  2. Um lindo poema, com tudo de bom que todos precisamos pra vever legal, sem frescuras, numa boa!beijos,mtuuuuuuuuuuuuudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Adoro Carlos Drumond, Rosário. Já coloquei muit coisa dele no Começar de Novo. É sábio e sempre muito actual. Aqui está um poema que retrata bem o que deve ser a felicidade; ela não existe, na minha opinião; o que existe são mementos felizes e estes estão nas coisas mais simples e nos pequenos gestos; como é bom receber um olá de um amigo, um simples telefonema no nosso aniversário, um mail perguntando como estamos; isto sim para mim é mostrar amizade; os presentes pouco me importam; o que me interessa é a palavra amiga, o interesse em saber como estou. E é isso que desejo a você, Rosário: saúde e que a vida te dê muitos momentos felizes e que recebas os pequenos gestos carinhosos dos que te querem bem. De mim aqui vai um monte de beijinhos carregadinhos de amizade.
    Emília

    ResponderExcluir
  4. Desculpa Ro, assinei Emília, porque aqui todos me tratam assim, mas para ti eu sou, como sempre a
    Mila ( gosto muito mais...)

    ResponderExcluir
  5. Eliane Furtado 41 graus10 de janeiro de 2010 15:16

    ...e aproveitar a falta de luz para ver melhor as estrelas!
    seguindo vc sempre. E o Bendizer!
    Semana de guerra e vitória!

    ResponderExcluir