quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Boa-Noite


Olá, meus queridos!
Hoje dia cheio, consulta, exames, ansiedade... mas está tudo sob controle. Vamos iniciar mais um protocolo (protocolo é como os oncos chamam os medicamentos que iremos tomar), no meu caso o protocolo é: Leucovorin,Fluoracil+Avastin. Serão 12 aplicações, 06 meses de tratamento.

O que significa 03 dias fazendo quimio e, depois mais ou menos 05 dias para eu conseguir me recuperar. Depois que comecei a acupuntura, minha recuperação tem sido menos barra pesada, apesar da fadiga, das náuseas, confusões mentais, visão turva.... tenho me sentido melhor, imagina então você amiga (o), como já penei na mão dessa quimio danada , em Dezembro completa 04 anos sem tréguas. Mas me mantém viva!
Não entendam como uma lamuria, apenas estou aqui relatando o andamento do tratamento. Sai da consulta agradecendo a Deus por existir medicamentos ainda para mim.

Horário do babado forte no transito na volta para casa. Estou eu, entalada no transito comendo uma maça e observando o ponto de ônibus 'LOTADO' de pessoas, logo um pouco a frente, quando vejo uma mulher correndo muito... fiquei olhando e notei um homem sendo empurrado num murro de um clube, por dois jovens com mochilas nas costas, percebi então que algo estava acontecendo, apesar do local não ser bem iluminado, vi quando este homem levou um tapa no rosto... era um assalto. Muito bem, o que vcs acham que fiz? Na verdade era um senhor, tinha um sotaque espanhol e, estava assustadíssimo. Desci o vidro do carro e gritei para ele: EI, O SR. FOI ASSALTADO! QUER AJUDA???
Ele atónito veio ao meu encontro, estava com o rosto vermelho dos tapas que levou dos assaltantes, que por não falar bem o português, apanhou por que demorou a entender que era um assalto. Ele entrou no meu carro e tentamos sair o mais rápido possível dali.

Perguntei o seu nome, pedi para ele respirar fundo e, ai ele me disse que levaram tudo. Ok, vamos lá use o meu celular para ligar para alguém, ele tremulo conseguiu ligar, mas a esposa não atendeu. Perguntei o que eu poderia fazer por ele. Ele disse: meu carro está próximo daqui,
se vc puder me deixar lá eu vou ficar muito grato, pois ficou apenas com a chave do carro.

É... e ainda tive que dizer a ele, amigo o importante é que vc está vivo. Achei sem graça essa fala, mas o que dizer diante de tanta crueldade. Ele agradeceu muito, muito a carona, nos despedimos com um forte aperto de mão, nos desejando sorte! Sorte para sobreviver na babilónia!

Cheguei exausta em casa, por que depois disso tudo levei mais de uma hora para chegar em casa, fiz uma oração para segurar a onda, pois tb fiquei assustada.

Mas amanhã, o sol vai nascer, e junto com ele, a esperança de um dia tranquilo.
Muita Paz a todos vocês, coragem para tudo nessa vida e , brinde a alegria de ter ganho mais um dia. E flores para todos vocês alegrarem o seu dia, e acreditar no Criador!

Abraços de quem acredita que um dia tudo vai melhorar!

6 comentários:

  1. Ninguém é tão fraco que não possa ajudar; Não existe pessoa que sabe tudo, a ponto de não precisar aprender...

    Hoje, eu passei por uma criança chorando. Ela apenas me disse:

    - Nada não senhor!

    É triste ver a situação deste mundo assim. O pior, é as vezes, querer comparar uma situação com outra, e imaginar que os ruins deveriam também receber uma dose a mais de justiça... mas, só nos resta a divina!

    ResponderExcluir
  2. Passei aqui só para te deixar o tal beijinho carregadinho de amizade. Li esta tua história; fiquei surpresa e orgulhosa da tua força depois de tão rigorosos tratamentos. Ainda bem que neste mundo ainda há um maior número de seres humanos solidários e bons para nos dar ânimo e assim conseguirmos ter alguma alegria neste mundo que mais parece uma selva.Acredito que os homens de boa vontade ainda são a maioria e este meu optimismo me ajuda a acreditar que o ser humano ainda vai mudar. voltarei amanhã para saber como estás. Desta vez deixo-te um beijinho carregadinho de parabéns pela tua atitude e cheio de coragem para aumentar ainda mais a tua.
    Mila

    ResponderExcluir
  3. Sabe Adão esta duro mesmo ver a vida ao vivo. Mas como diz Mila ai em seu comentário... ainda acredito que um dia tudo vai mudar para melhor. Abraços!

    ResponderExcluir
  4. Ro para Mila carregadinha de amor17 de setembro de 2009 15:02

    Mila e Herminia, sempre é muito bom recebe-las aqui, e junto com beijinhos carregadinhos, melhor ainda. Minha amiga Mila, vc pode imaginar o que todo esse tempo de tratamento fez comigo, psicologicamente, fisicamente. Hoje preciso da ajuda de uma bengala para andar, pois com tanto tempo de medicação perdi a sensibilidade das maõs e pés, ai me falta equilibrio. Mas tem nada não, não será uma bengala que me impedirá de realizar todos os meus sonhos, um deles é conhecer Fatima, pois amo NSra de Fátima.Abraçinhos carregadinhos de amor!

    ResponderExcluir
  5. Querida Rosário!
    Nossa que situação, eu que vivo numa cidadezinha de quase 100mil habitantes, acredite não saberia o que fazer, acho que ficaria paralisada. O motivo de tudo isso é a droga, o maldito do craque e os assaltantes são uns infelizes, sem dignidade e sem identidade valem a droga que consomem. Nossa fico sem palavras vc é muito corajosa Deus está com VOCÊ. O teu tratamento vai dar certo ,passar por isso faz parte ,há coisas muito boas a tua espera Estou a espera da tarefa de casa.
    Te abraço
    Vera

    ResponderExcluir
  6. Ro resgate para Vera H.18 de setembro de 2009 18:46

    Vera, foi uma aventura o resgate sr. Fábio é o nome dele. Sou muito impulsiva, depois fiquei toda assustada até chegar em casa! Mas valeu ajudá-lo, fiquei com a sensação de lição de casa feita. beijinhos!

    ResponderExcluir